Quarta-feira, 28 de Outubro de 2009

É bruxedo meu Deus! É bruxedo!

 

Nas plantas.

Início da viagem na raiz, seguimos por um tronco grosso, viramos para um ramo, mais fino, voltamos a virar para o caule de uma folha, ainda mais fino, terminamos a viagem nas finíssimas nervuras da folha.

 

(Bainha, Pecíolo e Limbo nas plantas vasculares. Isto se eu pretendesse ser botânicamente correcto. Mas não quero. E Googlar é fácil.)

 

Nos mamíferos.

Inicio da viagem no coração, seguimos pelas artérias de grande caudal, indo diminuindo de tamanho até aos capilares na periferia.

 

(Aorta, Carótida… Mas não quero. E Googlar é fácil.)

 

Na informática.

Início da viagem em largura de banda de Absurdabits por segundo em fibra óptica, que se vai subdividindo até aos não-sei-quantos Megas por segundo no acesso do cliente final.

 

(… Googlar é fácil.)

 

Em Portugal.

Periferia literal e figurada da Europa.

TGV para a Merdaleja de Baixo.

Já!

 

(... fácil.)

 

 

publicado por Carlos Paiva às 20:24
link do post | comentar | favorito

.sobre o autor

.posts recentes

. It's not going to suck it...

. Alice in bullshitland

. Dogma

.arquivos

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

.subscrever feeds